Quadro geral: vivendo tempos de crise global (um recado da dra. Elaine Aron)

Quadro geral: vivendo tempos de crise global (um recado da dra. Elaine Aron)

25/03/2020 artigos Rosalira Oliveira

Ultimamente tenho falado sobre uma maneira de reduzir a ansiedade (um sentimento normal entre as PAS): olhe para o quadro geral. Aconselho isto agora mais do que nunca: olhe para o quadro geral.

Como?

Pergunte a si mesmo(a) quais são os riscos reais? (não minimize, mas também não catastrofize.)

Como estarão as coisas daqui a um ano? Ou mesmo daqui a dois meses?

Como nós veremos estes tempos no futuro?

Como lhe pareceria tudo isso se você estivesse em Marte?

Eu prometo a você, isso não vai durar para sempre. As coisas sempre mudam, você pode contar com isso, disse o Buda. Se as coisas parecem estar mudando para pior, você pode contar que elas também estão mudando para melhor. 

 

Pense em todas as maneiras pelas quais as coisas podem melhorar um dia por causa deste acontecimento. Faça isso agora como um exercício de grande realidade.

 

De que outro modo podemos manter a visão do conjunto?  Em parte, fazendo outras coisas. Se você estiver mais em casa, como está acontecendo com a maioria de nós, use esse tempo para olhar para o seu interior.  Que grande oportunidade. As pesquisas constatam que a grande maioria das PAS concorda que têm uma “vida interior rica e complexa”. Alimente-a. Passe um tempo extra meditando, escrevendo um diário, prestando atenção aos seus sonhos. Endireite, limpe e embeleze o lugar onde você mora. Em seguida, observe todas as coisas que você ama neste lugar. Ajuda a vida interior e a exterior.

 

 Seus sentimentos intensos

 

Se suas emoções por vezes são intensas, aceite que esta pessoa é quem você é. Não tenha vergonha disso. A realidade do seu traço faz parte do quadro geral. Mas como parte dessa sua mirada para dentro, veja se consegue identificar quais aspectos da situação lhe afetam mais: Que as pessoas estejam se comportando de maneira estranha? (isto me afeta muito – as cenas de pânico nas compras de supermercado.). Que você se sente tão inseguro(a) no mundo? Sentir-se preso(a)?  Talvez você aprenda algo importante sobre si mesmo(a) ao examinar essas partes específicas de seus sentimentos e o lugar do seu passado de onde eles podem estar vindo.  

 

Ao mesmo tempo se as emoções são demais para você, faça o que puder para regulá-las. Uma ótima maneira de regular a emoção é dirigir sua atenção para outras coisas. Isto também é parte do quadro geral: há mais coisas na vida do que essa “pandemia” (que palavra assustadora).  Se você ainda não assistiu Sensítive and in love , faça-o. Ou assista a Sensitive the Untold Story novamente.  Compartilhe com seus amigos e família! Atualize sua PAS interior. Para ver os filmes  visite: www.sensitivethemovie.com

 

Depois destes assista a outros filmes super positivos, como It’s a Beautiful Day in the Neighborhood [1] . Eu o assisti apenas uma vez e ainda sigo citando-o: a Sra. Rogers sobre a “santidade” do seu marido: “Não o chame de santo, porque isso implica que o que ele faz é inalcançável. E todos nós podemos fazer isso com algum esforço”. E o Sr. Rogers sobre a morte: “É apenas humano. Se você pode nomeá-la, pode gerenciar”.

 

Você ainda é um animal social altamente sensível

 

Se você estiver sozinho(a) em casa, lembre-se de que precisa de alguma interação social regularmente. É como comida – todos nós necessitamos de um pouco a cada dia, inclusive, ou talvez especialmente, os introvertidos. Pelo menos, conecte-se brevemente com alguém, mesmo que seja no âmbito comercial. Melhor ainda, dedique algum tempo extra para comunicar-se por vídeo ou telefone com amigos e familiares. Se isso não é suficiente, tente o quarantinechat.com . Você pode conversar com qualquer pessoa isolada pelo vírus, em qualquer lugar do mundo, esteja você em quarentena ou não. É grátis. Visite-o em: https://quarantinechat.com/

 

Se você estiver em casa com sua família, talvez mais do que o normal porque as escolas estão fechadas, desfrute deste tempo de conexão especial o máximo que puder. Mas lembre-se de que você necessita períodos de inatividade regularmente.

 

Por favor, fique longe da cobertura excessiva da mídia e das redes sociais. Peça a alguém menos sensível, alguém em quem você confie, que monitore as notícias para você. Alguém que costuma segui-las bem de perto (e mantenha-se mais afastado/a).  Peça-lhes que lhe informem se surge alguma informação nova e confiável que você realmente precisa saber. 

 

Recorde sempre o quadro geral 

 

Lembre-se de que você é um animal, não apenas um ser social. Você precisa sair na natureza. Talvez algumas vezes seja apenas por um momento, em uma varanda, ou na escada de entrada da sua casa ou através de uma janela.  Olhe para o céu ou para uma árvore. Mas tente sair para passear também (se isso está permitido). Todo dia. O tempo na natureza é outro tipo diferente de alimento necessário, especialmente para as PAS.   

 

Finalmente, recorde-se do quadro geral. Eu já disse isso? Quando você pensa de uma maneira mais abrangente, se sente mais calmo. E quando você se sentir mais calmo – através da meditação, da natureza ou de qualquer outra coisa -, terá uma perspectiva mais ampla. Então, seja o líder emocional que você nasceu para ser e irradie essa calma para os outros. “A única coisa que temos a temer é o próprio medo.” (Estas foram as palavras de FDR[2] para os EUA quando ele anunciou a entrada na Segunda Guerra Mundial, e mesmo isso acabou por acabar, não foi?) Calma e bondade. A calma é tão contagiosa quanto o medo. Talvez quando as outras pessoas estiverem pegando coisas nas prateleiras, você possa perguntar a elas de que coisas elas estão precisando e compartilhar algumas das suas. (Como PAS, tenho certeza de que, com toda a sua criatividade, você poderá pensar em maneiras de prescindir do papel higiênico!) 

 

Este é o seu novo mantra: QUADRO GERAL!!!!

 

Que a paz, a calma e a bondade estejam com você,

 

Elaine Aron,

 

[1] Filme norte-americano de 2019, exibido no Brasil com o título “Um lindo dia na Vizinhança”

[2] Referência a Franklin Delano Roosevelt, presidente dos EUA à época da II Guerra Mundial.

 

Tradução do artigo “Big Picture Living During a Time of Global Crisis”, publicado em 17 de março de 2020. Disponível no site The Highly Sensitive Person – Blog: Confort Zone, 

Comentários
Tags
Sobre o autor
Rosalira Oliveira Sou coach com formação em coaching ontológico e especializada em alta sensibilidade. Fiz minha transição recentemente, quando encerrei meu ciclo como pesquisadora e doutora em antropologia cultural e tornei-me criadora do “Ame sua sensibilidade”, um programa de coaching destinado a ajudar as pessoas altamente sensíveis a compreender e integrar em essa sua característica, de modo a viver uma vida com mais felicidade e significado.