Use a sensibilidade a seu favor – Pessoas altamente sensíveis

Use a sensibilidade a seu favor – Pessoas altamente sensíveis

25/05/2016 artigos,destaque Rosalira Oliveira

use a sensibilidade a seu favor

 

Muitos dos grandes artistas e pensadores da história foram pessoas altamente sensíveis. Cerca de 15% a 20% das pessoas possui uma sensibilidade acima da média, o que implica num sistema nervoso mais aguçado e reativo aos estímulos externos, capaz de perceber sutilezas e detalhes que passam desapercebidos à maioria das pessoas. A alta sensibilidade é uma característica inata (encontrada em mais de 100 espécies diferentes) que traz uma série de vantagens (e desvantagens) para seus portadores

 

Sensibilidade nesse contexto significa maior receptividade à estimulação. O sistema nervoso das pessoas altamente sensíveis opera de forma distinta, o que as torna particularmente susceptíveis, tanto ao nível emocional quanto sensorial. Isso não significa que recebam mais informação que as outras pessoas, mas que esta informação é menos filtrada. Com isso muito mais detalhes são percebidos e processados.

 

Por serem mais afetadas pelos estímulos sensoriais estas pessoas costumam apresentar uma sensibilidade acima da média a ruídos, cheiros, sabores, contato na pele e, mesmo, aos estados emocionais dos outros, ainda que nem sempre estejam conscientes deste fato. Infelizmente grande parte das PAS (pessoas altamente sensíveis) acaba sofrendo muito ao ter que lidar com uma cultura que, não apenas desconhece esta sua característica, como desvaloriza a alta sensibilidade tratando-a mais como um defeito a ser corrigido do que como a habilidade diferenciada que ela realmente é.

newsletter

 

Neste livro, o primeiro escrito sobre o tema, a pesquisadora norte-americana Elaine Aron apresenta as conclusões da sua pesquisa de doutoramento. O livro inicia com uma apresentação da sua pesquisa, seguido pelo autoteste (reproduzido aqui no site) através do qual você pode se reconhecer como uma PAS ou não. A seguir, a autora apresenta um conjunto de informações sobre a característica explorando tanto os seus pontos positivos quanto os negativos. Após essa introdução examina diferentes aspectos da vida (saúde, relacionamentos sociais, trabalho, relacionamentos afetivos e outros) à luz da alta sensibilidade. Este percurso, sempre acompanhado de exercícios e dicas práticas, permite às PAS compreenderem melhor a si mesmas e lidar com problemas comuns como o o sentimento de inferioridade, medo da rejeição ou a auto identificação com rótulos como “frágil” ou “tímido”.

 

Para a dra. Aron, os rótulos de “tímidas”, “inibidas” ou “introvertidas”, aplicados comumente às pessoas altamente sensíveis, não correspondem ao que a característica da alta sensibilidade realmente é. Diferente da sensibilidade que é inata, a timidez é um comportamento aprendido, resultante de experiências sociais negativas vividas no passado. Já a introversão, embora seja frequente entre PAS, não recobre todo este universo, uma vez que cerca de 30% das pessoas altamente sensíveis, são extrovertidas. E se as PAS aparentam ser inibidas, isto ocorre apenas porque processam as informações com mais profundidade do que a média das pessoas, o que as faz muito conscientes das possibilidades presentes em uma cada situação e as leva a gastar mais tempo ponderando antes de agir.

 

Entretanto estes rótulos culturais podem contribuir para estigmatizar as pessoas altamente sensíveis, levando-as a desenvolverem problemas de autoestima e dificultando a sua autoexpressão num mundo que precisa, urgentemente, da sua contribuição.  Longe de ser um “problema”, a alta sensibilidade é um dom e o livro pioneiro da dra. Aron abriu o caminho para este reconhecimento. 

 

 

 

Comentários
Tags
Sobre o autor
Rosalira Oliveira Sou coach com formação em coaching ontológico e especializada em alta sensibilidade. Fiz minha transição recentemente, quando encerrei meu ciclo como pesquisadora e doutora em antropologia cultural e tornei-me criadora do “Ame sua sensibilidade”, um programa de coaching destinado a ajudar as pessoas altamente sensíveis a compreender e integrar em essa sua característica, de modo a viver uma vida com mais felicidade e significado.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Alta sensibilidade e você. Conheça agora o curso online.Clique aqui
+